Finanças Pessoais → Tudo Que Você Precisa Saber

Há um certo tabu em relação à temática das finanças pessoais, pois, a população muitas vezes acredita que é um conhecimento útil para apenas quem tem investimentos e não consegue ver a importância de conhecer sobre finanças no dia a dia.

Pretendemos através desse texto, apontar a sua importância e falar um pouco mais a respeito desse tema.

Finanças Pessoais não é coisa para rico

O primeiro ponto, ainda que pareça muito óbvio, nem sempre é perceptível: o conhecimento das finanças pessoais, e mais amplamente, de finanças, é útil para todo mundo.

Pois, possibilita a organização da sua vida financeira e dificulta que haja a necessidade de recorrer a medidas como crédito pessoal ou, no pior dos casos, utilizar cheque especial e crédito rotativo.

Uma vez que o salário é limitado, organizar as suas finanças, é necessário para verificar a destinação de cada parte do salário, referente a despesas, pagamento de dívidas e eventuais investimentos.

Estudar Finanças Pessoais

Isso não é só para economistas, administradores ou contadores do mesmo modo, ainda que, em especial o curso de Economia e Administração sejam os que mais tratam a temática das finanças, e, em especial na economia.

Também a finança pessoal, evidentemente todos farão uso dos seus conhecimentos e qualquer profissional também é capaz de entender a respeito do assunto.

Consequências de ignorar as Finanças Pessoais

A ideia inicial era abordar as vantagens nesse tópico, entretanto, como já demos uma pincelada a respeito das vantagens, trataremos do que pode ocorrer se você opta por ignorar as finanças pessoais e as informações que elas podem gerar.

  • Endividamento crescente;
  • Desorganização financeira;
  • Desconhecimento da sua real situação financeira, que acarretará desorganização financeira e virará uma bola de neve;
  • Portanto, acabará tendo que recorrer a constantes empréstimos e utilização de crédito rotativo e cheque especial, pagando, assim, taxas de juros altíssimas.

O ponto não é causar medo para o leitor, entretanto, é necessário que estejamos cientes das consequências de não haver um planejamento das finanças pessoais.

Finanças Pessoais e Investimento

Pensando agora em um ponto bom, os investimentos também não são exclusivos para pessoas ricas, o que mudará, naturalmente, é a quantidade investida, porém, de modo geral, todos que consigam guardar algo podem investir.

Mesmo na caderneta de poupança, que, ainda que não renda muito, ainda é um investimento e é aquele investimento mais conhecido por todos.

Aqui um detalhe é importante

Falamos que o conhecimento de finanças não aplicam-se apenas a profissionais da área, entretanto, eles podem te dar uma recomendação mais direcionada sobre a sua situação financeira.

Ou seja, podem te dar recomendações mais fundamentadas sobre o que fazer em uma determinada situação. Isso também ocorre quando pensamos no financiamento.

Por conta de haver inúmeros investimentos, que variam de acordo com o perfil do investidor, existindo também inúmeras variáveis e detalhes a respeito de cada financiamento.

É recomendável a procura por um profissional para você obter informações detalhadas dos investimentos, e, assim, poder escolher, de maneira mais confiável, em qual você irá aplicar, e se irá aplicar em determinado investimento.

Concluindo

As finanças pessoais, é um assunto extremamente interessante e importante para o nosso conhecimento, entretanto, demanda uma disciplina e organização para que, essas finanças possam estar em ordem.

De qualquer forma, todas as vantagens que o estudo das finanças pessoais trazem para a família é muito maior do que a obrigação de disciplina financeira.